1 de jul de 2013

Regulamento da 5ª Laçada da Canção Nativa / Brusque

CTG LAÇO DO BOM VAQUEIRO
JPE – JANE PRODUÇÕES & EVENTOS
FESTIVAL 5ª LAÇADA DA CANÇÃO NATIVA.
BRUSQUE/SC
REGULAMENTO.

DOS OBJETIVOS

Art. 1 – Valorizar a música nativa em todas as suas linhas, ritmos, estilos e influências, inclusive.
Art. 2 – integrar a comunidade de Brusque e região com os valores culturais da musicalidade de outras cidades e Estados.
Art. 3 – promover a integração de poetas, músicos, intérpretes, críticos e imprensa em geral.
Art. 4 – estimular o desenvolvimento sócio-econômico do turismo na região de Brusque de quem vive das fontes de renda geradas pela música.

DAS INSCRIÇÕES E PARTICIPAÇÃO:

Art. 5 – Poderão participar autores e compositores de todo território nacional, profissionais e amadores, sem distinção de ordem social, não havendo nenhum tipo de discriminação, concorrendo todos em absoluta igualdade.
Art. 6 - O tema para o FESTIVAL 5ª LAÇADA DA CANÇÃO NATIVA, será de livre escolha, desde que obedeçam as tradições gaúchas e o nativismo, tomando o cuidado para não ultrapassar o tempo de cinco (05) minutos para as composições

Art. 7 - Cada autor ou parceria poderá inscrever até o máximo de cinco (05) composições, sendo que poderão ser escolhidas na triagem apenas duas (02) por autor e ou parceria.
Art. 8 - Só poderão serem inscritas composições inéditas, que não tenham sido gravadas em discos ou similares, que não sejam de conhecimento público, ou que tenham sido premiadas em outros festivais.
Art. 9 – O ineditismo será obrigatório tanto na letra como na música.
Art. 10 - O não ineditismo não captado pela Comissão julgadora ou pela Organização, poderá ser objeto de denúncia, por escrito e com provas suficientes, até dez (10) dias após o FESTIVAL 5ª LAÇADA DA CANÇÃO NATIVA, sendo aplicadas as penalidades cabíveis, inclusive a desclassificação do Festival.
Art. 11 – O concorrente, após inscrever seu trabalho não poderá apresenta-lo publicamente até a data do Festival.
Art. 12 – As composições deverão ser enviadas por e-mail, constando o título da composição, o gênero musical, com os nomes dos autores.
Art. 13 - A qualidade da gravação é de suma importância, pois é em cima da mesma que a Comissão Julgadora fará a pré-seleção para a classificatória, o material não utilizado não será devolvido, vindo a fazer parte do acervo do CTG LAÇO DO BOM VAQUEIRO e de JPE – JANE PRODUÇÕES & EVENTOS.
Art. 14 – Serão permitidos todos os tipos de instrumentos musicais, exceto bateria, sendo sua introdução no palco de inteira responsabilidade do concorrente.
Art. 15 - As inscrições estarão abertas até dia 17 de julho de 2013, impreterivelmente, sem qualquer possibilidade de prorrogação, servindo esta data de envio eletrônico
Art. 16 – Serão selecionadas quatorze (14) composições que deverão ir a palco no dia 02 de agosto de 2013 a partir das 20:00 horas para a 1ª classificatória, a ordem de apresentação será mediante sorteio e após as eliminatórias serão divulgadas as sete (07) canções classificadas que serão apresentadas no dia 03 de agosto de 2013, para concorrerem a premiação oferecida pelo CTG LAÇO DO BOM VAQUEIRO e entregue pela Produção e Organização Executiva do Festival 5ª LAÇADA DA CANÇÃO NATIVA.

Art. 17 – A canção selecionada e classificada deverá ser apresentada pelo mesmo grupo ou intérprete constante no material enviado para triagem sem acréscimo e/ ou substituição durante o Festival.
Art. 18 – Fica estabelecido o horário das 14:00hs até 18:00hs por ordem de chegada para equalização do som, cabendo a desclassificação ao grupo que não cumprir com o horário determinado, vindo a prejudicar toda uma organização, às 19:00hs30min será efetuado o sorteio com qualquer nº de músicos presentes para a apresentação em palco.
Art. 19 – A autoria das composições e demais itens contidos na ficha de inscrição será mantida com fidelidade, não podendo ser alterada (salvo motivo de força maior), devendo para isso entrar em contato com a organização para efeitos de alteração.
Art. 20 - Os músicos instrumentistas poderão participar de quantas canções forem convidados, salvo o intérprete que só poderá defender duas canções em palco.
Art. 21 – A ficha técnica deverá ser enviada até dia 26 de julho de 2013 por e-mail.

JPE – JANE PRODUÇÕES & EVENTOS
Fones: (47) Tim 9922-4258/Oi 8416-3738/3804-4258
Jane_trindade@hotmail.com

DA AJUDA DE CUSTOS.
Art. 22 – ‘NÃO HAVERÁ AJUDA DE CUSTOS” e a organização não se responsabiliza pela alimentação, reserva de hotéis e similares aos concorrentes, outrossim haverá espaço para acampamento dentro do Parque do CTG LAÇO DO BOM VAQUEIRO, e excelente praça de alimentação no local.

O PRÊMIO EM DINHEIRO SERÁ ENTREGUE AO CONCORRENTE INDICADO JUNTO COM O TROFÉU.

Art. 23 - A Comissão Organizadora reserva-se o direito de, em qualquer etapa, excluir do FESTIVAL 5ª LAÇADA DA CANÇÃO NATIVA, o concorrente ou grupo cujos participantes não respeitarem as disposições geridas pelo presente regulamento.
Art.24 – Os concorrentes poderão ser eliminados nos seguintes casos:
A – Pela não observância do horário estabelecido pela Comissão organizadora para as apresentações no local e hora determinadas no regulamento.
B – pelo não cumprimento do horário da equalização do som que será dia 02 de agosto de 2013 das 14:00hs às 18:00hs e dia 03 de agosto de 2013, no mesmo horário impreterivelmente.
C_ Pela não entrega da ficha técnica ou de inscrição devidamente preenchida conforme solicitado e dentro do prazo.
Art. 25 – O concorrente que estiver lendo no palco não concorrerá ao prêmio de melhor intérprete somente, não sendo prejudicado nos outros quesitos para a premiação.

PARÁGRAFO ÚNICO
Os casos omissos e dúvidas oriundas deste regulamento serão resolvidos soberanamente pela COMISSÃO ORGANIZADORA e pela COMISSÃO JULGADORA, conforme o caso, não cabendo para isso reclamações posteriores.
OBS.
A indumentária gaúcha completa deve ser usada por todos os músicos que se fizerem presente no palco, ficando estabelecido a perda de dois pontos para quem não estiver devidamente pilchado, os componentes não deverão subir ao palco portando adagas, facas e similares.

DO JULGAMENTO.
Art. 26 – A Comissão Organizadora do FESTIVAL 5ª LAÇADA DA CANÇÃO NATIVA, instituirá uma comissão Julgadora formada por cinco convidados, todos músicos e com ampla experiência em Festivais, com as seguintes atribuições, participar da triagem e pré-seleção das quatorze (14) canções, das finalistas, premiações e demais etapas do Festival.

CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO.
Art. 27 – Para efeitos de avaliação e premiação serão observados na íntegra os seguintes quesitos.
A – INTERPRETAÇÃO
B – RÍTMO
C- ARRANJO
D – HARMONIA
E – FIDELIDADE AO TEXTO
F – LETRA
G – INDUMENTÁRIA.
Art. 28 – serão dadas notas a partir de 5.0 pontos fazendo-se valer a fração decimal para evitar empates entre os concorrentes até a nota máxima de 10 pontos, em cada quesito citado acima.
DA PREMIAÇÃO
Art. 29 – Os prêmios oferecidos pelo CTG LAÇO DO BOM VAQUEIRO aos vencedores do FESTIVAL 5ª LAÇADA DA CANÇÃO NATIVA serão os seguintes:
A – 1º LUGAR – TROFÉU + R$ 2.000,00
B – 2º LUGAR – TROFÉU + R$ 1.000,00
C – 3º LUGAR – TROFÉU + R$ 500,00
D – MÚSICA MAIS POPULAR – TROFÉU + R$ 250,00
E – MELHOR LETRA – TROFÉU + R$ 250,00
F – MELHOR INSTRUMENTISTA – TROFÉU + R$ 250,00
G – MELHOR INTÉRPRETE – TROFÉU + R$ 250,00
.

29 de jun de 2013

Show na 31ª Festa Nacional do Colono

Buenas amigos, nesta feita venho convidá-los a participar da 31ª Festa Nacional do Colono em Itajaí, na qual estarei fazendo pelo 4º ano consecutivo um show de música nativista, é de grande valia a oportunidade que a Prefeitura de Itajaí, juntamente com a  Secretaria da Agricultura e Desenvolvimento Rural nos dá de mostrar um pouco da nossa cultura tradicionalista gaúcha, tenho muito orgulho de ser regional, ser Itajaiense e defender esta tradição tão bela que é a cultura gaúcha.

Estão todos convidados à participar, será no dia 28/07 as 12:00h no Palco Alternativo.
Parque do Agricultor Gilmar Graff
31ª Festa Nacional do Colono.

Para maiores informações:
Nereu Eger
(047) 8804-3057
nereueger@hotmail.com


Acesse: http://festadocolono.itajai.sc.gov.br/

26 de jun de 2013

Classificadas para a 33ª Coxilha Nativista

Divulgado na tarde de ontem o resultado da triagem da 33ª Coxilha Nativista da cidade de Cruz Alta. O Festival que está previsto para o final de julho já tem suas classificadas. Para a Fase Geral, a categoria mais disputada, foram inscritas em torno de 700 composições.
O corpo de jurados é formado por Marcello Caminha, Tadeu Martins, Erlon Pericles, Luiz Carlos Borges e Beto Barcellos

Confira a relação das classificadas:

FASE GERAL:

1. CANTOR DE POVO (Davi Teixeira e Pirisca Grecco)
2. AS MÃOS DA FIANDEIRA (Martim Cesar e Paulo Tim)
3. ADEUS FLORINDA (Edilberto Teixeira (in memoriam) / Edilberto Teixeira Neto e Lucas Ferreira)
4. HOJE É DIA DE PARTIR (Romulo Chaves e Nilton Ferreira)
5. MADRUGADA BEM QUERER (Gujo Teixeira e Luciano Maia)
6. QUERÊNCIA, TERRA SAUDADE (Erom Carvalho e Marines Siqueira)
7. MILONGA DE CANTO E RIO (Mario Amaral e Tuny Brum)
8. NOTURNA (João Stimalio e Matheus Alves)
9. ESSA TAL SAUDADE (Miguel Borba e Andriego Von Laer)
10. SENHOR DO TEMPO E O VENTO (Volmir Coelho e Othelo Caiaffo)
11. GAROAZITA GALOPEADA (Evair Gomes/Fernando Soares/Eduardo Soares e Mauro Moraes)
12. RECORREANDO (Rodrigo Jacques e Jari Terres)
13. SOB AS SOBRANCELHAS LARGAS (Silvio Genro e Duca Duarte)
14. CABULOSA (Carlos Omar Vilella Gomes e Arthur Bonilla)
15. UM CANTAR DE ALMA INDIA (Wilson Vargas e Marcelinho Carvalho)
16. BLANQUITA (João Stimamilio e Carlos Madruga)
17. ROMANCE DA CADELA OVERA (Jaime Brum Carlos e Sergio Rosa)
18. NO OLHAR DA ÚLTIMA CARRETA (Diego Müller / Martim Cesar e Pedro Guerra)
19. INDAGAÇÃO (Rodrigo Bauer e Arthur Bonilla)
20. MARCA DE FOGO (Gujo Teixeira e Zulmar Benittez)

SUPLENTES:
1ª – PASSO DAS TROPAS (João Carlos Batista de Deus / Eduardo Munhoz e João Bosco Ayala Rodrigues)
2ª - NUM EXILIO DE TAPERA (Rodrigo Bauer e Amigo Souza)

FASE LOCAL:
1. BEN(E)DITO (Luiz Carlos Shaka Guerreiro e Angelino Rogério)
2. DOIS DEDOS DE PROSA (Anildo Lamaison de Moraes Filho e Amauri Junior Bornaske do Santos)
3. ALMA PAMPEANA (Lenir Barbosa dos Reis e Maria Elisabeth Vescia de Azambuja)
4. DE BUSCAS E ANDANÇAS (Carlos Machado)
5. KURUSO YVATE (Alex Della Mea e Arthur Bonilla)
6. PROSA DE EMPREGO (Cezar Silveira)
7. DALE TEXA (Horácio Lopes Cortes)
8. CAMINHOS, RUMOS E SONHOS (Kauê Díaz)
9. DO RIO GRANDE RETRATADO (Germano Fogaça e Kauê Díaz)
10. AO SOL DESSAS MANHÃS (Jorge Nicola Prado e Nando Soares)

SUPLENTES:
1ª: TRÊM DE BOIS (Volmar Pereira Camargo e Fabiano Fogaça Martins / Sandro Fogaça Martins)
2ª: VIDA E MORTE DE UM PEÃO SEM QUERÊNCIA (Marçal Furian e Nando Soares)

CATEGORIA PIÁ:
1. Int. ANA CAROLINA MACHADO - O arco e a flecha (Santana do Livramento)
2. Int. MARIA ALICE – A una lagrima de rocio (Santana do Livramento)
3. Int. ISADORA FERNANDES SALABERRY – No mar dos teus olhos (Palmeira das Missões)
4. Int. GABRIEL FAGÃ DE VARGAS LINS – Quando os Versos vem pras casa (Sapucaia do Sul)
5. VITOR CUSTODIO HENRIQUES – Tropeiro Velho
6. Int. ALICE DE PAULA GHISLENE – Rincão dos touros (Cruz Alta)
7. Int. KAROLINA PEREIRA FERREIRA – Açude (Cruz Alta)
8. Int. EMANUELLE MALHEIROS MACUGLIA – Dos abraços que guardei (Cruz Alta)
9. Int. LETÍCIA VARGAS ROENNAU – Falta um Pássaro no Sul (Taquara)

CATEGORIA TALUDO:
1. Int. NICOLE CARRION – Ponteiro de Tropa (Santana do Livramento)
2. Int. VITÓRIA STAGGEMEIR SANTANA – O sonho do cardo (São Gabriel)
3. Int. GUSTAVO OLIVEIRA DA SILVA – História de Laços (Esteio)
4. Int. THIAGO AUGUSTO FLORES CHIES – Cansando cavalo (Gravataí)
5. Int. GIOVANNA JUNG MOTTINI – Romance de la luna Tucomana (Porto Alegre)
6. Int. INGRID RODRIGUEZ MILITÃO – A flauta da vida (Gravataí)
7. Int. ELIANA LARRUSKUN – Vento Norte (Santana do Livramento)
8. Int. LUCAS MARTINI HOCKMÜLER – Flor amarela, flor campeira (Cruz Alta)
9. Int. PEDRO HENRIQUE WEBER PEREUS - Agora chora a acordeona (Ivoti)
10. Int. LIZ RIBEIRO DIAZ – As mães da praça de maio (Porto Alegre)

CATEGORIA INSTRUMENTAL:

1. Int. LUCAS ZIMMERMANN FERREIRA – Fogo simbólico (São Leopoldo)
2. Int. GUILHERME CASTILHOS DE OLIVEIRA – Uma valsa a don Juarez Prates (Porto Alegre)
3. Int. ANDRÉ KELBOUSKAS – Pra ti guria (Santana do Livramento)
4. Int. KEVIN WELLINGTON CECHETTI DA SILVA – Campo Aberto (Passo Fundo)
5. Int. JOÃO PAULO DECKERT – La Trampera (Panambi)

Créditos.
http://bahstidores.blogspot.com.br/

17 de nov de 2012

2º Festival da Canção de Balneário Camboriú

Buenas amigos é com imensa alegria e satisfação e um pouco atrasadito, que venho lhes mostrar o resultado do nosso trabalho na música nativista. Em Junho deste ano estivemos em meio ao 2º Festival de Música de Balneário Camboriú, festival no qual se mesclam todos os tipos de ritmos e etnias por um só ideal, cantar, assistir e contemplar a grandiosa arte que é a música.
Como não poderia deixar de marcar presença nós, defensores da música estávamos lá, interpreatando a música "Recuerdos do João Tropeiro" de autoria do amigo Juan Daniel Isernhagen.
No Palco estavam: Osmar Fernandes, Thalisson Riscarolli, Kevin Eger, Felipe Silveira, Rafael, Izaias Junior, Eduardo Correa e Pablo Vargas. Passamos para a finalissima do Festival e conseguimos beliscar o 4º Lugar na Classficação Geral.

Segue abaixo o vídeo da Apresentação.

18ª Serraria da Canção Gaúcha e 5ª Searinha


Realizadas nas noites de quinta e sexta-feira as duas etapas classificatórias da 18ª Seara da Canção de Carazinho! O público prestigiou as duas noites com muito carinho e grandes torcidas estiveram presentes no Parque da Várzea!Também foram divulgadas nessa noite as doze músicas finalistas do evento:

 1- QUE CAVALO BOM L: Angelo Franco — M: Érlon Péricles — Município: Porto Alegre

 2- RETRATO DOS MEUS PELEGOS L: Olgi Zauza Krejci — M: Piero Ereno — Município: Santo Ãngelo

 3- MARIAS GAUCHAS L: Telmo Vasconcelos — M: Eduardo Monteiro Silva — Município: Santo Ângelo/Santa Maria

 4- EM OUTRA VIDA QUEM SABE L: Dilamar Costenaro — M: Miguel Marques — Município: Santiago

 5- LUA BRANCA, NOITE ESCURA L: Adriano Silva Alves — M: Edilberto Bergamo — Município: Pelotas/São Gabriel

 6- SOU BEIJA-FLOR L: Máximo Fortes — M: Luciano Rodrigues/Jean Kirchoff — Município: Santa Maria/Tramandaí

 7- JUJOS DE MILONGA L: Hermes Regis Lopes — M: Fabrício Harden — Município: Caxias do Sul

 8 - PRA CANTAR CANDÔMBE L: Marco Antonio Soares — M: Cícero Fontoura — Município: Santa Maria/Dom Pedrito

 9- CIRANDA DO TEMPO L: Darci Vieira — M: Darci Vieira — Município: Carazinho

 10 - NA PORTA DO RANCHEIRO L: Gujo Teixeira — M: Luciano Maia — Município: Lavras do Sul/ Porto Alegre

 11- EM VERSOS DE RECOLHIDA L: Décio Fernando Neuls — M: Décio Fernando Neuls — Município: Carazinho

 12 - RECOLORINDO LEMBRANÇAS L: Jeferson Monteiro — M: Jeferson Monteiro/Natalício Cavalheiro — Município: Carazinho

16 de fev de 2012

18ª Festa Campeira - Sentinela do Sul.

Buenas queridos leitores do blog, essa semana recebi um e-mail pedindo para divulgar a 18ª Festa Campeira, que acontecerá em Sentinela do Sul, no Rio Grande mesmo. Com todo o prazer, fica o convite aí pra vocês verem, e se Deus quiser nos encontramos lá!


24 de dez de 2011

6 de nov de 2011

Além de Gaúchos, Brasileiros!

Coplas de Um Gaúcho Brasileiro.

Angêlo Franco



Esta parada que eu carrego no meu jeito
Vem do meu peito embriagado de ideal
Eu sou de um povo que se fez a ferro e fogo
Guardando posto no Brasil meridional.

Os olhos firmes não retratam amarguras,
Pois as agruras não são mais que provações
Se rio pouco quando rio, sou sincero
Sei o que quero não nasci pras ilusões.

A cada dia que o Brasil fica mais velho
Eu me revelo mais gaúcho e brasileiro
Pena que os olhos do país às vezes turvam
E nos enxergam muito mais como estrangeiros.


É bem verdade que não somos agregados
Aos que parados choram pranto de miséria
Sangue latino, coração de terra bruta
A nossa luta é por trabalho e gente séria.

Nossas verdades têm razões nacionalistas
Como ativistas da cultura regional
Já não pregamos nenhuma separação
Revolução é dar a mão ao seu igual

Por isso eu digo pra cada brasileiro
Somos gaúchos com orgulho da nação
Apenas peço não esqueçam do Rio Grande
Que ainda temos o Brasil no coração











 -  Quem nasce no Rio Grande do Sul, é Rio Grandense, quem se diz gaúcho é porque, ama e cultiva a tradição mais bela do mundo que é o Tradicionalismo Gaúcho. -
A nossa tradição graças a Deus, está ganhando os mapas, do Brasil e do mundo, mas por que que aqui no sul do Brasil, onde nós deviamos valorizar e praticar ao máximo a tradição gaucha, não temos o apoio necessário, para fazer um rodeio de fundamento, um festival de lei??


Nossos governantes liberam milhões e milhões para fazer uma festa de carnaval de apenas 1 semana, mas não nos da o apoio que precisamos para fazer os rodeios acontecerem o ano todo. Os CTG's estão desistindo de fazer a parte mais importante e bonita do rodeio, que são as provas artisticas e os festivais nativistas, porque não tem dinheiro. Que fique claro que o tiro de laço nos rodeios, se paga por si, pelo preço das incriçoes.


Nos dias de hoje, para se fazer, provas de invernadas artisticas e um festival nativista, custa cerca de R$ 200 mil reais, parece muito mas não é, no ano de 2010 a prefeitura de Balneário Camboriu pagou 170 mil reais, para o show de uma noite de Zezé di Camargo e Luciano, 50 mil para o show do Nx0 e porque nós da cultura gaúcha não temos direito a esse dinheiro que o governo federal destina a CULTURA ?
Me perdoem, mas essa é minha opinião, isso é uma falta de respeito com a nossa cultura, nós temos nossos direitos... parem pra pensar apenas um minuto:




  • Carnaval: Uma festa de alegria, todo mundo se diverte, enche a cara de cerveja, bate o carro e matam familias inteiras! Sem Falar nas Drogas!
  • Micaretas: Uma falta de respeito total, onde as pessoas não respeitam seus corpos, nem famílias que lá estão!!
O Tradicionalismo Gaúcho, é uma cultura familiar, onde crianças participam também, onde familias vão juntas participar de um rodeio! 


Não estou desprezando as outras culturas, estou apenas destacando a cultura que eu defendo e me orgulho... Além do mais quantas vezes nós gaúchos fomos desrespeitados pelas vevstes que usamos, pelo nosso jeito de falar, pelos nossos hábitos?? Nós queremos muito mais que um apoio do governo, queremos também o respeito que merecemos, a revolução farroupilha foi por nossos ideais, somos um povo aguerrido e bravo!!


Governo Brasileiro, somos gaúchos, merecemos o respeito que nos é de honra e também o que nos é digno. Dinheiro publico destinado a cultura é para a cultura!


 Assista:


    Eu Sou Produto Cultural Gaúcho!

    Buenas amigos leitores do blog, estivem em Triunfo no Rio Grande do Sul, na 19ª Escaramuça da Canção Gaúcha, onde lá tive a felicidade e satisfação de encontrar com o parceiro Cesar Cattani, proprietário do Canal no youtube Produto Cultural Gaúcho, onde lá posta vídeos de vários artistas. 
    Me recordo que a mais ou menos um ano atrás eu e ele fizemos uma parceria de um vídeo meu, graças a Deus o vídeo é bastante acessado!

    Gostaria de agradecer nesta postagem ao amigo Cesar, pela oportunidade de divulgar o meu trabalho e também de divulgar a nossa musica nativista pelos confins do mundo! Parabéns Cesar!!!!


    E com muito orgulho digo!!

    EU SOU PRODUTO CULTURAL GAUCHO!!

    3 de nov de 2011

    Resultado da 19ª Escaramuça da canção



    19ª ESCARAMUÇA - RESULTADO



    A 19ª Escaramuça da Canção Gaudéria foi realizada de 27 a 29 de outubro na cidade de Triunfo e o resultado foi o seguinte:
    Primeiro Lugar:  ANTES QUE QUEBREM O SILÊNCIO
    Letra: Gujo Teixeira e Murilo Teixeira 
    Melodia: Miguel Azambuja e Zé Renato Daudt
    Intérprete: Pirisca Grecco


    Segundo Lugar: PELO FIO DO MACHADO           
    Letra: Sergio Dilnei Lopes/Antonio Santos Xavier
    Melodia: Juliano Javoski
    Interprete: Juliano Javoski


    Terceiro Lugar: CARRETAS  PURO CERNE
    L: Juan Daniel
    M: Lucas  Mendes
    Intérprete: Jorge Freitas

    Melhor Intérprete: JULIANO JAVOSKI  - Pelo Fio do Machado
    Melhor Instrumentista: EVERSON MARÉ – Pelo Fio do Machado
    Melhor Conjunto Vocal: PELO FIO DO MACHADO
    Melhor Poesia:  ANTES QUE QUEBREM O SILÊNCIO
    Melhor Arranjo:  ANTES QUE QUEBREM O SILÊNCIO 
    Melhor Conjunto Instrumental:  CARRETAS PURO CERNE
    Melhor Tema sobre Triunfo:  ESCARAMUÇANDO  (Nenito Sarturi /Leonardo Sarturi)
    Mais Popular: CORAÇÃO DE GAITEIRO ((Emerson Machado Ramires/Vandré da Rosa)
    Int: Juliano Javoski
    Melhor Música Local: SOMOS DAQUI  (Marco Aurélio Rocha/Emerson Machado Ramires)





    24 de set de 2011

    Novidades No Blog!!

    Buenas amigos, que prazer voltar a postar aqui no blog, fiquei meio afastado alguns dias por causa da Semana Farroupilha e também porque to fazendo um curso que toma um pouco meu tempo para postar aqui no blog!
    Mas então, chego assim no más lhes falando que o blog passará por algumas mudanças, porque recebi algumas reclamaçoes que ele esstava demorando muito para carregar, e realmente estava devido a quantidade de fotos nas postagens!


    Mas a apartir de hoje estarei melhorando o blog, fazendo uma novo pagina somente para fotos!
    ____________________________________________________________________________________
    Semana Farroupilha 
    Em
    Balneário Camboriu
    _________________________________________


    Gauchismo Além Fronteiras

    "Como aurora precursora
    Do farol da divindade
    Foi o vinte de setembro
    o precursor da liberdade"
    (estrofe retirada do Hino Nacional do Rio Grande do Sul)

    Em 2011 se comemora 176 anos da Revolução Farroupilha. É uma das maiores festa populares do Rio Grande do Sul e do Brasil.




    No amanhecer do dia 20 de setembro de 1835, liderando homens armados, Gomes Jardim e Onofre Pires entram em Porto Alegre, pela Ponte da Azenha. A revolução tinha como objetivo melhorar as condições econômicas do Rio Grande do Sul. Durante a entrada no estado, os rebeldes tomaram Porto Alegre e obrigaram o presidente da província, Fernandes Braga, a fugir para Rio Grande.
    As comemorações da Revolução Farroupilha, um dos mais significativos movimentos de revoltas civis brasileiros, envolvendo em suas lutas os mais diversos segmentos sociais, relembra a Guerra dos Farrapos contra o Império, de 1835 a 1845. Desde então, todos os gaúchos celebram os ideais da Revolução Farroupilha.
    “O vinte de setembro, como conta o Hino rio grandense, jamais sairá da memória dos gaúchos”.
    Não importa o lugar em que você esteja no mundo, você sempre se lembrará do Rio Grande do Sul, especialmente quando se trata da Revolução Farroupilha e nós conhecemos o nosso passado e temos muito orgulho dele.
    Este ano as atividades para Semana Farroupilha aqui em Santa Catarina iniciaram dia 13 ao dia 20 de setembro. As comemorações da Semana Farroupilha aqui no litoral de SC (Itajaí, Balneário Camboriú, Itapema, Florianópolis, Indaial, Joinville e outras mais) incluíram cavalgadas, apresentações de invernadas artísticas, show com grupos musicais tradicionalistas locais como:
    ·         Cesar Borges & Grupo Alma Em Canto (www.almaemcanto.blogspot.com)
    ·         Kevin Eger & Um Só Canto sem Fronteiras (www.kevineger.blogspot.com)
    ·         Sabino Barrios & Grupo Alma de Campo (Brusque)
    ·         Porto Carrero, Tio Osvaldo Rolin, Neguinho da Gaita e Ney Fernandes

    Também nomes já consagrados como Dante Ramon Ledesma, Alma de Galpão, Daniel Barros, Ricardo Porto, e grupo Floreio Nativo, fazendo assim a Semana Farroupilha. 
    Estamos contentes em ver que os gaúchos de todas as querências que moram aqui e vem de outras cidades (turista) e valorizam e respeitam a cultura gaúcha do estado RS.
    Para Nós aqui de Itajaí e Balneário Camboriú, existe um nome que é a mais pura da Tradição chama-se Osmar Fernandes (Radialista da Radio menina B/C e Apresentador do Programa Rancho de Taura (Rádio e TV) chegou das missões a mais de 30 anos , onde o mesmo não se esquece e cansa em divulgar nos seus  programas  de radio e TV sob a importância da Tradição Gaúcha o ANO INTEIRO.
    Dentro do sistema cultural proposto por entidades tradicionalistas, empresas, e sistema de cultura em geral, notamos que foi de grande as ações para manterem as tradições sempre revigoradas.
    Agradecemos também ao nosso publico cativo que sempre está presente e pronto a saudar os artistas que tanto faz pela música nativista, e sempre que a cultura sai enaltecida temos a certeza que estamos no caminho certo em se tratando de trabalho de civismo, honra e patriotismo por este chão.
    Liberdade, Igualdade e Fraternidade, levaremos sempre conosco, para que a nossa cultura de bota e bombacha siga sempre de pé trancado por uma cultura linda e buena.
    VIVA O VINTE DE SETEMBRO O PRECURSOR DA LIBERDADE!

    clique e veja as fotos


    8 de ago de 2011

    Terceirização dos Rodeios



    Quem nunca leu um convite de rodeio que dizia assim: “Venham todos prestigiar o 20º Rodeio Crioulo do CTG....” , está em praticamente todo  convite de rodeio.
    A sigla CTG, significa Centro da Tradição Gaucha, o objetivo do rodeio crioulo é disseminar a tradição gaucha pra todo Brasil ver o que realmente é uma tradição. Mas nos últimos anos tenho percebido, e está bem visível, que os rodeios principalmente de Santa Catarina estão perdendo o verdadeiro “sentido da coisa”, os rodeios estão virando literalmente um grande centro de comércio, onde não se presa os verdadeiros tradicionalistas, mas sim aquele que tem mais dinheiro, aquele que tem mais posse no rodeio.
    Desde que me conheço por gente, os nossos rodeios, uniam amigos não importando a classe social, a cor, o credo, todos ficavam juntos, num parque de rodeio, em uma barraca, ônibus caminhão, passando frio, chuva, vento, mas estávamos lá, fazendo festa e todo unidos, ninguém deixava ninguém na mão.
    Hoje em dia é quase impossível de se fazer isso, porque você não pode levar sua cerveja, seu refrigerante, pra consumir no seu acampamento, você é obrigado a pagar os olhos da cara numa bebida, os ingressos de baile antigamente eram sim bem acessíveis, pra todo o pessoal ir, hoje em dia o preço aumentou e não para de aumentar...
    E as carteirinhas de CTG, pra que elas servem? Pelo que eu saiba, elas servem para identificar que você é de uma entidade tradicionalista, e não ser necessário o pagamento da entrada, a carteirinha pouco importa hoje em dia, você tem que pagar tendo ou não a carteirinha, o rodeio deveria ser acessível a nós tradicionalistas, mas do jeito que está, aonde que vamos parar, se estão contratando duplas sertanejas para fazer show, montando arenas de tourada, o que é isso?
    Aos patrões de CTG, eu peço encarecidamente, que pensem bem no que é tradição gaúcha, antes de encher os bolsos de dinheiro, não vendam nossos rodeios pra modernidade, é isso que nos resta pra preservar essa tradição. Vamos fazer um verdadeiro Rodeio Crioulo pro pessoal do Brasil, ver que somos unidos e organizados com a nossa tradição gaucha.